Search

Carregando...
quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Todas as canções que eu puder compor


Eis abaixo um poema de um grande amigo meu que será publicado pela Câmara brasileira em janeiro de 2009. Espero que gostem!


João Paulo Bueno


Todas as horas que o relógio pode me dar

São tuas, até o dia acabar.

Todos os sonhos que eu puder sonhar

São teus, enquanto a noite durar.

 

Todas as folhas que o vento consiga trazer

São lembranças pra não te esquecer

Todos romances que a vida puder escrever

São nossos, enquanto o poeta viver

 

Por que assim eu posso ser feliz

Por que assim você vive dentro de mim

 

Todas as rosas que eu puder roubar

São tuas, até o inverno chegar.

Todos os beijos que eu puder beijar

São teus até o amor acabar

 

Todos os medos acabam por partir

Quando eu vejo, teus lábios a sorrir

Todas as canções que eu puder compor

São tuas enquanto houver amor

3 comentários:

Luigi Ricciardi disse...

É uma ótima canção que virou um bom poema. Parabéns ao João pela publicação. A idéia é interessantíssima... o eu-lírico oferece tudo à amada, até que isto ou aquilo se acabe. É exatamente isso que entendo do amor... ele pode não ser eterno, mas como diz Vinícius de Moraes... "que seja infinito enquanto dure".

Mirian disse...

Certamente merece a publicação!!

Janice Adja disse...

A publicação é merecida.
Parabéns!

Marco Hruschka no Facebook

Quem sou eu?

Minha foto
Maringá, Paraná, Brazil
Marco Hruschka é natural de Ivaiporã-PR, nascido em 26 de agosto de 1986. Morou toda a sua vida no norte do Paraná: passou a infância em Londrina e desde os 13 anos mora em Maringá. Sempre se interessou em escrever redações na época de colégio, mas descobriu que poderia ser escritor apenas com 21 anos. Influenciado por professores na faculdade – cursou Letras na Universidade Estadual de Maringá – começou escrevendo sonetos decassílabos heroicos, depois versos livres, contos, pensamentos e atualmente dedica-se a um novo projeto: contos eróticos. Seu primeiro poema publicado em livro (Antologia de poetas brasileiros contemporâneos – vol. 49) foi em 2008 e se chama “Carma”. De lá para cá já, entre poemas e contos, já publicou mais de 50, não apenas pela CBJE, mas também em outras antologias. Em 2010 publicou seu primeiro livro solo: “Tentação” (poemas – Editora Scortecci). Em 2014, publicou “No que você está pensando?” (Multifoco Editora), livro de pensamentos e reflexões escrito primordialmente no facebook. É professor de língua francesa e pesquisador literário.

Lançamento

Lançamento
No que você está pensando?
"A vida é um compromisso inadiável" M. H.
"A cumplicidade é um roçar de pés sob os lençóis da paixão." M.H.

No que você está pensando?

No que você está pensando?
Pensamentos e reflexões

Meu livro de poemas

Meu livro de poemas
Tentação

Total de visualizações de página

Seguidores

Contato:

marcohruschka@hotmail.com
Tecnologia do Blogger.

Siga-me por e-mail