Search

Carregando...
sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Sem margens



Já não suporto mais esse amém,
Me afogo, definho e transbordo
Só de pensar em continuar nessa ausência...
Indecência de vida que não realiza os meus sonhos!
Já não tenho mais onde me apegar, a não ser nesse amor
Insano e delicioso que sinto por ti.
E sem ti vago no abismo do caos,
Andarilho pelas noites e pelos sonhos que me queimam
A alma, a vida, a voz...
Tão venenosas são as vestes que me envolvem,
Salva-me! O vento que te me traga de volta, de vez.
Lembro-me às vezes da tua voluptuosidade, toda lasciva
E eu vagando, velejando e vivendo a tua vida.
Eu era-te... e quero ser-te por todo o sempre,
Veraneio sem volta, vivenda de fantasias etéreas;
Sorvo-te como o melhor vinho vindo das vagas dunas do além
E incorporando-te a mim galgaremos
Até onde ninguém nunca chegou:
Ao vórtice, à voragem que tudo destrói e renova...
Subverter-nos-emos e nos arrebataremos na relva
Do sossego e da ternura, da candura, da verdura
E o que nos restará, enfim e sem fim, brandamente alado,
Será o meu peito pulsando em forma de poesia
Que se define como o próprio amor declarado.

Marco Hruschka

*Poema publicado na Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos, pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores, em fevereiro de 2011.

2 comentários:

Laís Carla disse...

Esse é o Marco que eu conheci ...
Adoro seus poemas de cunho social, mas, encanta-me ainda mais os que são tirados do fundo da alma do poeta...

Parabéns !

Darwin Bruno disse...

Bonito Poemas. Muy interesante tu Blog. Seguiré visitándote.Un saludo fraterno amigo.Muchas bendiciones para ti.

Marco Hruschka no Facebook

Quem sou eu?

Minha foto
Maringá, Paraná, Brazil
Marco Hruschka é natural de Ivaiporã-PR, nascido em 26 de agosto de 1986. Morou toda a sua vida no norte do Paraná: passou a infância em Londrina e desde os 13 anos mora em Maringá. Sempre se interessou em escrever redações na época de colégio, mas descobriu que poderia ser escritor apenas com 21 anos. Influenciado por professores na faculdade – cursou Letras na Universidade Estadual de Maringá – começou escrevendo sonetos decassílabos heroicos, depois versos livres, contos, pensamentos e atualmente dedica-se a um novo projeto: contos eróticos. Seu primeiro poema publicado em livro (Antologia de poetas brasileiros contemporâneos – vol. 49) foi em 2008 e se chama “Carma”. De lá para cá já, entre poemas e contos, já publicou mais de 50, não apenas pela CBJE, mas também em outras antologias. Em 2010 publicou seu primeiro livro solo: “Tentação” (poemas – Editora Scortecci). Em 2014, publicou “No que você está pensando?” (Multifoco Editora), livro de pensamentos e reflexões escrito primordialmente no facebook. É professor de língua francesa e pesquisador literário.

Lançamento

Lançamento
No que você está pensando?
"A vida é um compromisso inadiável" M. H.
"A cumplicidade é um roçar de pés sob os lençóis da paixão." M.H.

No que você está pensando?

No que você está pensando?
Pensamentos e reflexões

Meu livro de poemas

Meu livro de poemas
Tentação

Total de visualizações de página

Seguidores

Contato:

marcohruschka@hotmail.com
Tecnologia do Blogger.

Siga-me por e-mail