Search

Carregando...
quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Aquário de delícias

Marco Hruschka

Como me agrada o movimento vertical da chuva. Por vezes, não tão nesse sentido, mas diagonal, levada pelo vento. À janela, posso sentir tocar-me a face quando oblíqua. A água... milagre divino, pureza magistral, como é bom tê-la em abundância! O pluvial me presenteia a alma com leveza. Sinto-me, como um vivente de outra encarnação, um ser aquático, usufruindo deleitosamente da vastidão silenciosa do oceano. Agridoce ilusão. Há o mel do sonho e o amargo da realidade. Crio existências dentro de meu coração as quais fantasio vivê-las. Nelas, não haveria paradoxos sentimentais, oscilações psicológicas, apenas o neutro, um neutro levemente prazeroso e eterno.

Um novo quadro se descortina, a brisa mansa toma conta da atmosfera, o céu no azul tipicamente dominical, a paisagem repleta de lagos com água cristalina onde os pássaros se harmonizam com os peixes e com os homens. Há um alimento perfeito, completo e eterno em comum às espécies: a ambrosia celeste. Voltamos à idade de Ouro. Tudo é preservado e repartido igualitariamente. A Água predomina como rainha soberana.

Banhamo-nos nas cachoeiras em meio à relva oculta. Relacionamo-nos com tudo e com todos, sem egoísmos, sem ciúmes, sem invejas, sem preconceitos. Caminhamos pelos vales, observamos os ribeirões repletos de preciosidades, escutamos o silêncio natural das coisas. O lema de minha tribo: “Sorria com a alma e a natureza o recompensará”. Não há sequer a hierarquia Olímpica de outrora. As noites, convidativas. Celebramos a vida, a saúde, a união das raças de todas as sortes. A Natureza evolui junto ao novo Homem. A Vida tem a transparência e a sobriedade de um aquário. Regozijo...

A chuva cessou. Assustei-me com uma porta que bateu com o vento e, de sobre-salto, afastei-me da janela, ensopado da cintura para cima. A água caída do céu expurgara-me os pensamentos e o orbe sonhado. Senti profundamente estar ali, naquilo que existe de verdade. O suco de Deus, ao mesmo tempo em que trouxe, levou consigo todas as minhas esperanças de continuar em mim mesmo. Definho ao pensar que não poderei usufruir, nos cinco sentidos, de toda a amplidão da natureza virgem, noiva casta e cândida que me seduz com rios de mel e montanhas de dádivas. Não há solução. A fuga no sonho é irrealizável, acaba-se ao abrir dos olhos. Despeço-me, subterfugir-me-ei àquela cujo abraço é mortal, cuja casa é fria e eternal, cujo cântico troante soa-me madrigal, que o caminho seja o Nilo ou o Senegal.


OBS: Conto publicado pela CBJE em janeiro de 2009 no livro Contos Selecionados de Autores Premiados - Edição Especial 2008


1 comentários:

Luciana disse...

gostei do texto: gostei do delirio, gostei da melancolia, gostei da esperança.

Marco Hruschka no Facebook

Quem sou eu?

Minha foto
Maringá, Paraná, Brazil
Marco Hruschka é natural de Ivaiporã-PR, nascido em 26 de agosto de 1986. Morou toda a sua vida no norte do Paraná: passou a infância em Londrina e desde os 13 anos mora em Maringá. Sempre se interessou em escrever redações na época de colégio, mas descobriu que poderia ser escritor apenas com 21 anos. Influenciado por professores na faculdade – cursou Letras na Universidade Estadual de Maringá – começou escrevendo sonetos decassílabos heroicos, depois versos livres, contos, pensamentos e atualmente dedica-se a um novo projeto: contos eróticos. Seu primeiro poema publicado em livro (Antologia de poetas brasileiros contemporâneos – vol. 49) foi em 2008 e se chama “Carma”. De lá para cá já, entre poemas e contos, já publicou mais de 50, não apenas pela CBJE, mas também em outras antologias. Em 2010 publicou seu primeiro livro solo: “Tentação” (poemas – Editora Scortecci). Em 2014, publicou “No que você está pensando?” (Multifoco Editora), livro de pensamentos e reflexões escrito primordialmente no facebook. É professor de língua francesa e pesquisador literário.

Lançamento

Lançamento
No que você está pensando?
"A vida é um compromisso inadiável" M. H.
"A cumplicidade é um roçar de pés sob os lençóis da paixão." M.H.

No que você está pensando?

No que você está pensando?
Pensamentos e reflexões

Meu livro de poemas

Meu livro de poemas
Tentação

Total de visualizações de página

Seguidores

Contato:

marcohruschka@hotmail.com
Tecnologia do Blogger.

Siga-me por e-mail