domingo, 5 de agosto de 2012

Reflexão



"Você pode não acreditar, mas Deus não é um senhorzinho de barba branca sentado em cima de uma nuvem observando cada passo que damos. Se ele é Deus, porque é comum atribuirmos-lhe a imagem de um humano? Ele não é um velhinho esperando uma pisada na bola para nos castigar com sua bengala malévola. Ou ainda um pastor de ovelhas aguardando que façamos uma boa ação para afagar os nossos cabelos. A irmandade é nosso dever e a nossa obrigação. Devemos nos ajudar pela praticidade da ação ou simplesmente pelo sentimento que isso nos causa. Deus também não é alguém que fica mandando e desmandando, manipulando todas as ações dos seres humanos, animais irracionais, plantas e tudo aquilo que ele criou. Não somos marionetes. Somos seres pensantes, independentes e livres (ou pelo menos deveríamos ser). Deus não é um ser vivo. Não em carne e osso, como nós. Deus vai mudar de forma, aparência, substância, cor, tato e conceito dependendo da situação. Ou não vai ser nada disso. Ou tudo ao mesmo tempo. Deus vai ser o que quisermos que ele seja! Poderá ser apenas a nossa consciência perante os vários acontecimentos e obstáculos que temos que superar. Deus será a nossa decisão e a maneira como agiremos com relação a ela pelo resto de nossas vidas. Ele é a nossa moral, a nossa índole e os valores que carregamos conosco pelos meandros da existência. Da mesma forma, é aquele que sussurra aos nossos ouvidos perante uma injustiça. A fagulha que pode alastrar a nossa chama de bondade. É a balança da sociedade, pesando para o bem ou para o mal, dependendo da atitude que tivermos. É o poder dentro de nós! É a nossa atitude frente ao mundo, à natureza, ao semelhante. É o mesmo dedo que aponta o defeito alheio, fragilizando indevidamente aqueles que amamos e o que lhes indica o futuro, o caminho certo a ser trilhado, sem pensar em recompensas. Ele será bom, se formos bons. Deus é o coração de cada um de nós!"  Marco Hruschka

0 comentários:

Marco Hruschka no Facebook

Quem sou eu?

Minha foto
Maringá, Paraná, Brazil
Marco Hruschka é natural de Ivaiporã-PR, nascido em 26 de agosto de 1986. Morou toda a sua vida no norte do Paraná: passou a infância em Londrina e desde os 13 anos mora em Maringá. Sempre se interessou em escrever redações na época de colégio, mas descobriu que poderia ser escritor apenas com 21 anos. Influenciado por professores na faculdade – cursou Letras na Universidade Estadual de Maringá – começou escrevendo sonetos decassílabos heroicos, depois versos livres, contos, pensamentos e atualmente dedica-se a um novo projeto: contos eróticos. Seu primeiro poema publicado em livro (Antologia de poetas brasileiros contemporâneos – vol. 49) foi em 2008 e se chama “Carma”. De lá para cá já, entre poemas e contos, já publicou mais de 50, não apenas pela CBJE, mas também em outras antologias. Em 2010 publicou seu primeiro livro solo: “Tentação” (poemas – Editora Scortecci). Em 2014, publicou “No que você está pensando?” (Multifoco Editora), livro de pensamentos e reflexões escrito primordialmente no facebook. É professor de língua francesa e pesquisador literário.

Lançamento

Lançamento
No que você está pensando?
"A vida é um compromisso inadiável" M. H.
"A cumplicidade é um roçar de pés sob os lençóis da paixão." M.H.

No que você está pensando?

No que você está pensando?
Pensamentos e reflexões

Meu livro de poemas

Meu livro de poemas
Tentação

Total de visualizações de página

Seguidores

Contato:

marcohruschka@hotmail.com
Tecnologia do Blogger.

Siga-me por e-mail