segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

O tempo e o vento

Às vezes sinto que o tempo fica congelado
E eu fico olhando o vazio perplexo às vezes
Pensando em não sei o quê,
Sem forças para revidar esse compasso
Às vezes...
E a vida é cheia de circunstâncias,
Atemporais, talvez...
Mas o fato é que estou preso
E as areais escorrem movediçamente
Me levando pra baixo,
Cada vez mais pra baixo...
Como o tempo é inevitável!
Uma instância eterna, ininterrupta,
Cheia de instantes gulosos,
Que vai sempre se alimentar da nossa carne!
            Mas estas palavras não podem ser consumidas...
                        O vento as espalhará pelo mundo como forma
                                   De combater o tempo, vencê-lo e provar
                                               Que a Arte sempre prevalecerá e sobreviverá
                                                           E que a poesia sempre encontrará alguém
                                                                       Pronto para recebê-la, amá-la e com ela
                                                                                  Transformar o mundo em que vivemos
                                                                                                                                             ...

Marco Hruschka

2 comentários:

Angela Ramalho disse...

"A arte sempre prevalecerá". Ela sobrevive ao tempo. E que bom que o tempo lhe propicie inspiração para nos brindar com poemas assim. Parabéns Marco!

Vera Lucia Fávero Margutti disse...

O tempo sempre da conta de resolver tudo a seu tempo, e o vento leva e traz sempre novas inspirações lindas como essa! amei amiguinho lindo! Parabéns!

Marco Hruschka no Facebook

Quem sou eu?

Minha foto
Maringá, Paraná, Brazil
Marco Hruschka é natural de Ivaiporã-PR, nascido em 26 de agosto de 1986. Morou toda a sua vida no norte do Paraná: passou a infância em Londrina e desde os 13 anos mora em Maringá. Sempre se interessou em escrever redações na época de colégio, mas descobriu que poderia ser escritor apenas com 21 anos. Influenciado por professores na faculdade – cursou Letras na Universidade Estadual de Maringá – começou escrevendo sonetos decassílabos heroicos, depois versos livres, contos, pensamentos e atualmente dedica-se a um novo projeto: contos eróticos. Seu primeiro poema publicado em livro (Antologia de poetas brasileiros contemporâneos – vol. 49) foi em 2008 e se chama “Carma”. De lá para cá já, entre poemas e contos, já publicou mais de 50, não apenas pela CBJE, mas também em outras antologias. Em 2010 publicou seu primeiro livro solo: “Tentação” (poemas – Editora Scortecci). Em 2014, publicou “No que você está pensando?” (Multifoco Editora), livro de pensamentos e reflexões escrito primordialmente no facebook. É professor de língua francesa e pesquisador literário.

Lançamento

Lançamento
No que você está pensando?
"A vida é um compromisso inadiável" M. H.
"A cumplicidade é um roçar de pés sob os lençóis da paixão." M.H.

No que você está pensando?

No que você está pensando?
Pensamentos e reflexões

Meu livro de poemas

Meu livro de poemas
Tentação

Total de visualizações de página

Seguidores

Contato:

marcohruschka@hotmail.com
Tecnologia do Blogger.

Siga-me por e-mail